Páginas

5 de julho de 2009

Uma caixa...de quase surpresas.

Quem não tem aquela caixinha cheia de recordações, onde estão guardados sentimentos de toda uma época de sua vida? Onde estão guardadas palavras, frases, histórias, vidas, emoções.
Acho que todos, ou pelo menos quase todos tem uma caixa de recordações, para se guardar o que se conquista de importante na vida entre amigos e amores.
Hoje eu me reencontrei com minha caixa de lembranças que há tempos não lembrava que existia.
Como é estranho e surreal me deparar com um passado, que por mais estranho que seja, era meu.
E pensar que tudo passou tão rápido e despercebido, as memórias ficaram gravadas ali, em folhas, e que estão conservadas do mesmo jeito com que as deixei, com a única diferença da ação do tempo.
Quem lê isso, pensa até que é alguém com um longo passado. Apesar de meu passado ter somente 21 anos, eu o conto como milhares de décadas. Pois cada segundo que aconteceu, foi tão intenso que não existe forma para contar. Nem os segundos, nem minutos contam o quanto foi longo e prazeroso os momentos do passado.
Ler e reviver algo que um dia eu fui e vivi, é ao mesmo tempo estranho e gostoso. Por que apesar das diferenças do que sou hoje, eu vivo quase da mesma forma, e vejo que dentre todas as mudanças, quase nada mudou e tudo continua seguindo o mesmo caminho, somente com olhares e intenções diferentes.
Momentos nostálgicos fazem parte de um presente que certamente será um passado, cheio de lembranças e saudades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentem =)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...