Páginas

30 de outubro de 2009

Voltas da vida.

Existem dias que não parecem dias. Mais parecem anos.
Há fases de vacas gordas mas também há fases de vacas magras.
Há épocas em que nossas vidas parecem estar em total desequilibrio com o universo. Ele não conspira contra nós, mas está andando um compasso a frente.
Estas épocas nos desorientam e desnorteiam, cegam, dá sono e cansaço.
Essas fases passam, sim! Graças a Deus!
Mas são longas enquanto duram.
Cansa. Cansa o corpo e o espírito. Os prazeres diários de simplesmente acordar simplesmente desfalece e some, o ânimo de andar e sorrir diminuem e por vezes nem existem.
Será isto consequência de que?
Creio eu que da vida competida dos dias de hoje.
Enquanto tentamos fazer dos dias e das horas dinheiro, o tempo passa o corpo cansa e a alma envelhece.
Enquanto a vida perde um pouco da vida, corremos atrás de uma utopia da vida rica e milhonária.
Enquanto corremos atrás dessa utopia que pode ser real (com o tempo), perdemos uma utopia irreal que é o simples fato de viver e sorrir, de viver sem sentir dor, de viver com vontade de viver e vontade de acordar.
Vivemos isso com o pensamento de sorrir para a vida depois de ter vivido algumas décadas mas com poucas décadas para ainda viver.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentem =)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...