Páginas

23 de fevereiro de 2010

A vida...

Estava hoje me recordando de um post que fiz em um fotolog que tinha há pelo menos uns 4 anos atrás, nele eu falava sobre o medo. Não o medo das pessoas, de fantasmas ou terremotos, falava sobre o medo do desconhecido, do que não estava ao meu alcance, do mistério. Lembro-me bem o motivo pela qual escrevi sobre isso, porém, não é relevante que eu o diga aqui mas posso dizer que mesmo com esse medo do que nunca vi fui, e valeu a pena.
Quando a rotina atual vai se quebrando e vai surgindo uma nova, nós nos assustamos, mesmo procurando e desejando tanto esta, aí inconscientemente bate um medo 'normal'. As novas responsabilidades, os novos deveres, novos horários, novas pessoas, novas tarefas, novos dias, novo ano, nova idade, isso pesa em cheio para este 'medinho' se atenuar.
Mais uma vez vou ter de agir e fingir que nenhum medo existe e encarar todos os meus dias novos como se já fizessem parte de uma rotina e continuar correndo atrás dos meus sonhos e objetivos.
A vida é tão rara, e isso me faz perceber que até os medos e frios na barriga que sinto se valem a pena por cada conquista.
Boa noite a todos, e façam valer a raridade que é sua vida!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentem =)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...