Páginas

19 de abril de 2010

'Eu vejo a vida melhor no futuro...'

Tenho saudades dos tempos em que chegava em casa e ansiava pelo vento de fim de tarde que trazia consigo um leve cheiro de vida. Eu tenho plena consciência de que este mesmo vento bate todos os dias em minha pele e traz consigo mais vida do que antes, a diferença é que hoje, ou melhor, agora eu não tenha a mesma facilidade ou abertura para senti-lo como antes. O que será que acontece conosco para que um tipo de coisas como esta perca totalmente seu sentido sem nem ao menos percebermos?
Os encargos de responsabilidades aumentam, as preocupações se tornam mais intensas e complexas, as pessoas mais maçantes e complicadas, fazendo com que nossa atenção infelizmente mude seu foco inicial, e isso só nos traz conseqüências pendendo para o lado negativo da vida. Nos deixando mais críticos, insensíveis e egoístas. O que eu tenho certeza não fazer parte de uma vida saudável e equilibrada.
Há quem chama isso de personalidade forte, mas eu chamo de ponto fraco e desperdício de tempo. Às vezes prefiro acreditar no meu mundo imaginário onde as coisas são mais simples e as pessoas mais tolerantes. Onde realmente as atitudes de 'mocinho' e 'mocinha' são válidas como atitudes de 'heróis' ou 'heroínas'. Aonde sinceramente o amor é o que é sem acréscimos materiais.
Esse mundo atual é nada mais do que um bagunçado país das maravilhas, onde o homem faz o que ele quer, cria o que quer, mas acaba se perdendo do objetivo principal e mergulha na loucura criada por ele próprio.
O que fazer? Realmente não sei. Não consigo enxergar o que a vida realmente quer eu veja, eu vejo tudo, mas ainda não consegui enxergar o que me espera todos os dias. Talvez eu já até tenha visto, devo ter me perdido no meio do caminho e me esquecido do que vi, ou posso também não ter visto com toda a atenção necessária. Preciso ver para continuar o que comecei, o que comecei também não me lembro o que é, mas tenho a certeza de que comecei algo, e assim do jeito que hoje está não conseguirei continuar.
Poucas linhas me deixaram sem ar e agora eu só quero viver de verdade. Não aguento mais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentem =)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...