Páginas

16 de setembro de 2010

As delícias de me ser.


Ejoo de gente de vez em quando, e quando isso acontece eu me retiro para dentro de mim mesma e vou viver as delícias que eu me tenho a oferecer. Eu me assusto pois vejo que minha própria companhia é mais interessante do que muitas outras, e eu não me julgo, não me reparo, não me puno, eu só me amo e só me confio. Eu olho nos meus olhos com sinceridade e me digo 'eu te amo' e eu infantilmente acredito e gosto. Isso me acalenta e faz meu coração pulsar vivo e intenso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentem =)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...