Páginas

16 de setembro de 2010

Inspiração caótica

'Eu não quero apostar corrida comigo mesmo. Um fato. O que é que se torna fato? Devo-me interessar pelo acontecimento? Será que desço tanto a ponto de encher as páginas com informações sobre os "fatos"? Devo imaginar uma história ou dou largas à inspiração caótica? Tanta falsa inspiração. E quando vem a ver­dadeira e eu não tomo conhecimento dela? Será hor­rível demais querer se aproximar dentro de si mesmo do límpido eu? Sim, e é quando o eu passa a não exis­tir mais, a não reivindicar nada, passa a fazer parte da árvore da vida — é por isso que luto por alcan­çar. Esquecer-se de si mesmo e no entanto viver tão intensamente.'

Clarice Lispector

Um comentário:

  1. "Esquecer-se de si mesmo e no entanto viver tão intensamente."

    Às vezes nos preocupamos tanto em querer ser ou deixar de ser que acabamos não aproveitando quem realmente somos.

    Como é belo tudo por aqui, Pamela!
    Parabéns.

    Estou por aqui...

    Se puder me visitar...
    http://emsimplespalavras.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Comentem =)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...