Páginas

23 de outubro de 2010

Para...


'Entorpecente frescor,
O elegante punhal da virtude!

Luxúria materializada em delicadeza e sensibilidade.
Temo em deleitar tais prazeres falsamente proibidos
Pois quantas existências

devo encontrar na memória

de um aroma tatuado em cicatrizes.
'

Não são todos os dias e nem todas as pessoas que ganham poesias sinceras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentem =)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...