Páginas

24 de novembro de 2010

A Noite.


A NOITE

Acaricia o horizonte da noite, busca o coração de

azeviche que a aurora recobre de carne.

Ele te porá nos olhos pensamentos inocentes,

chamas, asas e verduras que o sol ainda não inventou.

Não é a noite que te falta, mas o seu poder.


LA NUIT

Caresse l'horizon de la nuit, cherche le coeur de
jais que l'aube recouvre de chair.
Il mettrait dans tes yeux des pensées innocentes,
des flammes, des ailes et des verdures que le soleil n'inventa pas.
Ce n'est pas la nuit qui te manque, mais sa puissance.


Paul Élluard, De Capitale de la Douleur (Capital da Dor), 1926

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentem =)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...