Páginas

31 de janeiro de 2009


CREPÚSCULO
Teus olhos, borboletas de ouro, ardentes
Borboletas de sol, de asas magoadas,
Pousam nos meus, suaves e cansadas
Como em dois lírios roxos e dolentes...
E os lírios fecham... Meu amor não sentes?
Minha boca tem rosas desmaiadas,
E as minhas pobres mãos são maceradas
Como vagas saudades de doentes...
O silêncio abre as mãos... entorna rosas..
Andam no ar carícias vaporosas
Como pálidas sedas, arrastando...
E a tua boca rubra ao pé da minha
É na suavidade da tardinha
Um coração ardente palpitando...

Florbela Espanca

25 de janeiro de 2009



"A dor serve para você parar e olhar para si mesmo (a). É um instrumento de chamada, de observação e de ensino."

Os ensinamentos celtas são os mais ricos e completos que já existiu até hoje na minha opnião. Ignorante é o homem que rejeita tais culturas por mero preconceito cultural.


Para quem quiser ler mais sobre veja aqui.

24 de janeiro de 2009

"Aqueles que me tocaram a alma não conseguiram despertar o meu corpo, e aqueles que tocaram o meu corpo não conseguiram alcançar a minha alma."
Paulo Coelho

22 de janeiro de 2009

Nostalgia de bons tempos...


Lembranças, que lembrais meu bem passado,
Pera que sinta mais o mal presente,
Deixai-me, se quereis, viver contente,
Não me deixeis morrer em tal estado.

Mas se também de tudo está ordenado
Viver, como se vê, tão descontente,
Venha, se vier, o bem por acidente,
E dê a morte fim a meu cuidado.

Que muito melhor é perder a vida,
Perdendo-se as lembranças da memória,
Pois fazem tanto dano ao pensamento.

Assim que nada perde quem perdida
A esperança traz de sua glória,
Se esta vida há-de ser sempre em tormento.


Luís Vaz de Camões

Hoje andei por um lugar e vi um grupo de adolescentes, na mesma hora me lembrei de bons momentos e bateu uma nostalgia gostosa e bucólica. Pensei em escrever algo relacionado a isso, mas quando li essa poesia de Camões, não tive como não usá-la, expressa tudo o que queria/precisava dizer.


21 de janeiro de 2009

UTOPIA

Há algo mais utópico do que isso?
Creio que não..se existir me conte, quero muito saber!




Imagine

Imagine there's no heaven
It's easy if you try
No hell below us
Above us only sky
Imagine all the people
Living for today
Imagine there's no countries
It isn't hard to do
Nothing to kill or die for
And no religion too
Imagine all the people
Living life in peaceYou may say, I'm a dreamer
But I'm not the only one
I hope some day you'll join us
And the world will be as one

Imagine no possessions
I wonder if you can
No need for greed or hunger
A Brotherhood of man
Imagine all the people
Sharing all the world
You may say, I'm a dreamer
But I'm not only one
I hope some day you'll join us
And the world will be as one

Imagine

Imagine não haver o paraiso
É fácil se você tentar

Nem inferno abaixo de nós

Acima de nós, só o céu

Imagine todas as pessoas

Viver por hoje
Imagine que não há nenhum país
Não é difícil imaginar
Nenhum motivo para matar ou morrer
E nem religião, também
Imagine todas as pessoas
Vivendo a vida em paz
Você pode dizer que eu sou um sonhador
Mas eu não sou o único
Espero que um dia você junte-se a nós
E o mundo viverá como um só
Imagine que não ha posses
Eu me pergunto se você pode
Sem a necessidade de ganância ou fome
Uma irmandade dos homens
Imagine todas as pessoas
Partilhando todo o mundo
Você pode dizer que eu sou um sonhador
Mas eu não sou o único
Espero que um dia você junte-se a nós
E o mundo será como um só!

Boa noite a Todos, Pam.

AURORA

"A aurora polar é um fenômeno óptico composto de um brilho observado nos céus noturnos em regiões próximas a zonas polares, em decorrência do impacto de partículas de vento solar no campo magnético terrestre. Em latitudes do hemisfério norte é conhecida como aurora boreal, nome batizado por Galileu Galilei, em referência à deusa romana do amanhecer Aurora e ao seu filho Bóreas, representante dos ventos nortes. Ocorre normalmente nas épocas de setembro a outubro e de março a abril. Em latitudes do hemisfério sul é conhecida como aurora austral, nome batizado por James Cook, uma referência direta ao fato de estar ao Sul.O fenômeno não é exclusivo somente à Terra, sendo também observável em outros planetas do sistema solar como Júpiter, Saturno, Marte e Vênus. Da mesma maneira, o fenômeno não é exclusivo da natureza, sendo também reproduzível artificialmente através de explosões nucleares ou em laboratório." (Wikipedia)
Interessante, Surreal, Mágico e extremamente Belo. A Aurora Boreal é uma das manifestações da natureza que eu mais admiro. Sua cores se misturam com leveza e equilíbio, transformando o céu numa obra de arte, onde o(a) artista é a própria natureza. Com certeza ver uma aurora boreal "pessoalmente" e ao "vivo e a cores" é um dos meus maiores sonhos, que com certeza realizarei ao longo do meu tempo na terra!





Imagem de uma aurora austral capturada em 2005 pelo satélite da NASA IMAGE.


19 de janeiro de 2009

A DOENÇA DA ALMA


Por trás deste óculos escuros há um olhar que se perde na imensidão do universo, não tem rumo nem objetivo. É perdido, é de solidão. A alma se perde entre as galáxias e nada mais faz sentido. A passagem do tempo se torna agoniante e as horas eternas. As maravilhas tornam-se intediantes e o pôr-do-sol preto e branco. Esta é a dor da alma, a dor que mais dói. É inigualável a qualquer outra que possa existir. Ainda não há cura para esta doença, apenas porções para atenuar a dor, porém isso não basta para quem sofre do maior mal da humanidade!

14 de janeiro de 2009

Isto é "Sex and the City"


Hoje o dia foi muito "Sex and the City" !!
Drica e eu fizemos tudo ou quase tudo que as amigas ( Carrie Bradshaw, Samantha Jones, Miranda Hobbes e Charllote York) fazem na cidade de Nova Iorque. Claro que, com algumas mudanças drásticas, como a da paisagem ( Brasília) e faltaram mais duas amigas para completar o quarteto.

O dia teve direito a passeios a shoppings, ruas, sebos e brechós...Micos como prender o salto do sapato no buraco na rua e trocar o sapato direito com o esquerdo. E claro muuuuuuuuuuuita conversa...conversas que não acabem nunca..o assunto principal acho que vocês conseguem
adivinhar sozinhos!


13 de janeiro de 2009

Infância

A infância é a melhor fase da vida (na minha opinião). É a época na qual pensamos livremente sem nos importar com o que vão pensar, na qual nossa imaginação é solta e voa além dos universos. Quando as pequenas coisas são extremamentes maravilhosas e grandes ao olhar de uma criança pequena e não conhecedora do mundo "irreal".
Particularmente a minha infância foi maravilhosa. Lembro-me de cada momento, de cada sensação, do cheiro de chuva quando cai na terra, do vento batendo no rosto e fazendo o cabelo dançar, das fantasias que a mente criava (cria), dos presentes de natal, do primeiro cachorro e milhões de coisas que aconteceram e que se eu fosse escrever aqui ficaria um texto gigante.
Lembrar da infância me traz uma nostalgia com uma pitada de melancolia, de saber que um dia aquilo tudo existiu mas agora já passou e só nos restam as lembraças, as sensações e uma vontadade interminável de por vezes querer reviver e não poder. Isso nos ensina a aproveitar cada minuto e cada fase de nossas vidas, que apesar de, no momento aparentar ser difícil, árdua e injusta, ao crescermos e amadurecermos, olharemos para trás e veremos que enfim tudo valeu a pena, e sentiremos saudades dos momentos em que pensávamos não serem perfeitos.
A perfeição não existe, cabe a cada um de nós fazê-la do nosso modo.



Pamela Araújo

12 de janeiro de 2009




Para minha amada imortal:

Meu anjo, meu tudo, meu próprio ser – Hoje somente algumas palavras a caneta (a sua caneta).

Somente amanhã meus aluguéis estarão definidos – que desperdício de tempo....... porque sinto essa tristeza profunda se é a necessidade quem manda?

Podes teu amor resistir a todo sacrifício embora não exijamos tudo um do outro? Podes tu mudar o fato de que és completamente minha eu completamente teu? Oh Deus, olhe para as belezas da natureza e conforte seu coração. O amor exige tudo, assim sou com você , e você comigo. Mas você se esquece tão facilmente que eu vivo por você e por mim. Se estivéssemos completamente unidos, você sentiria essa dor assim como eu a sinto.

Minha jornada foi terrível: ontem cheguei aqui somente às 4 horas da manhã. Com a falta de cavalos, o cocheiro do correio escolheu um novo caminho, mas que terrível caminho, na penúltima parada eu fui avisado para não viajar a noite, fiquei com medo da floresta, mas isso só me deixou mais ansioso - e eu estava errado. O cocheiro precisou parar na infeliz estrada, uma imprestável e barrenta estrada. Se eu estivesse sem todas as coisas que trago comigo teria ficado preso na estrada. Esterhazy, viajando pela estrada, teve o mesmo problema com oito cavalos que eu tive com quatro - eu sinto prazer com isso, como eu sempre sinto quando eu supero com sucesso as dificuldades.

Agora uma rápida mudança das coisas externas para as internas . Nós provavelmente devemos nos ver em breve, entretanto, hoje eu não posso dividir com você os pensamentos que eu tive nos últimos dias sobre minha própria vida – Se nossos corações estivessem sempre juntos, eu não teria nenhum.... Meu coração está cheio de coisas que eu gostaria de te dizer – ah – há momentos em que eu sinto que esse discurso é tão vazio – Alegre-se – Lembre-se minha verdade, meu único tesouro, meu tudo como eu sou o seu. Os deuses devem nos mandar paz...

Seu fiel, Ludwig.


Intenso, sublime e maravilhoso. Esta são as palavras de Beethoven para sua famosa e misteriosa "amada imortal".. Será mesmo que exite esse tal de "amor imortal".. Quem sabe? Talvez!

Fada do mês



MÊS: FEVEREIRO

FLOR: AMOR PERFEITO

FADA: PANSY





Amor Perfeito é uma flor muito bela para compor um jardim. É também, uma flor muito amadas pelas fadas e por elas utilizada para fazer poções de amor. O chá de suas pétalas, segundo a crença popular, cura o "coração partido".

É ainda, a flor mais ofertada entre apaixonados. Entretanto, nunca devem ser colhida quando ainda houver orvalho sobre ela, pois causa ruptura do relacionamento antes da chegada da próxima lua cheia.

Na Europa essa flor é conhecida pelo nome de Pensamento e está relacionada com a morte e os entes queridos perdidos.
A fada Pansy que habita nessa flor, geralmente é descrita como uma menina sorridente que aparece vestida com as cores do amor perfeito. Se mostra muito otimista e feliz e transmite um grande bem-estar.
Ela gosta que recitem o poema-canção:

"Amor Perfeito, Petúnia,
Poejo, Primavera...
É difícil, penso,
selecionar a melhor delas,
e deixar de lado o resto.
Não quisera esquecer nenhuma,
passiflora, peônia,
e piorno, de flores amarelas...
Porém não é Pansy
a mais bela das
que por P começam?
Negro, marrom e aveludado,
Roxo, amarelo, vermelho.


http://www.rosanevolpatto.trd.br/fadasflores2006.html

11 de janeiro de 2009


Le Temps des cerises

“O tempo das cerejas” é uma canção de Jean Baptist Clément e Antoine Renard e foi escrita em 1866. Anterior à Comuna de Paris. Não é um canto revolucionário, mas uma cançoneta de amor. Algumas informações apontam porém para que a última estrofe, posteriormente dedicada, segundo o testemunho de Louise Michel, a uma enfermeira morta em defesa da Comuna, foi escrita sob a influência da «semana sangrenta» em que dezenas de milhares de combatentes da Comuna foram cruelmente massacrados.



Brincas todos os dias com a luz do Universo.
Sutil visitadora, chegas na flor e na água.
És mais do que a pequena cabeça branca que aperto
como um cacho entre as mão todos os dias.

Com ninguém te pareces desde que eu te amo.
Deixa-me estender-te entre grinaldas amarelas.
Quem escreve o teu nome com letras de fumo entre as estrelas do sul?
Ah, deixa-me lembrar como eras então, quando ainda não existias.

Subitamente o vento uiva e bate à minha janela fechada.
O céu é uma rede coalhada de peixes sombrios.
Aqui vêm soprar todos os ventos, todos.
Aqui despe-se a chuva.

Passam fugindo os pássaros.
O vento. O vento.
Eu só posso lutar contra a força dos homens.
O temporal amontoa folhas escuras
e solta todos os barcos que esta noite amarraram ao céu.

Tu estás aqui. Ah tu não foges.
Tu responder-me-às até ao último grito.
Enrola-te a meu lado como se tivesses medo.
Porém mais que uma vez correu uma sombra estranha pelos teus olhos.

Agora, agora também pequena, trazes-me madressilva,
e tens até os seios perfumados.
Enquanto o vento triste galopa matando borboletas
eu amo-te, e a minha alegria morde a tua boca de ameixa.

O que te haverá doído acostumares-te a mim,
à minha alma selvagem e só, ao meu nome que todos escorraçam.
Vimos arder tantas vezes a estrela d'alva beijando-nos os olhos
e sobre as nossas cabeças destorcem-se os crepúsculos em leques
rodopiantes.

As minhas palavras choveram sobre ti acariciando-te.
Amei desde há que tempo o teu corpo de nácar moreno.
Creio-te mesmo dona do Universo.
Vou trazer-te das montanhas flores alegres, "copihues",
avelãs escuras, e cestos silvestres de beijos.

Quero fazer contigo
o que a primavera faz com as cerejeiras.

Pablo Neruda

10 de janeiro de 2009

Amor Amor


Je t'aime

Je t'aime pour toutes les femmes que je n'ai pas connues
Je t'aime pour tous les temps où je n'ai pas vécu
Pour l'odeur du grand large et l'odeur du pain chaud
Pour la neige qui fond pour les premières fleurs
Pour les animaux purs que l'homme n'effraie pas
Je t'aime pour aimer
Je t'aime pour toutes les femmes que je n'aime pas

Qui me reflète sinon toi-même je me vois si peu
Sans toi je ne vois rien qu'une étendue déserte
Entre autrefois et aujourd'hui
Il y a eu toutes ces morts que j'ai franchies sur de la paille
Je n'ai pas pu percer le mur de mon miroir
Il m'a fallu apprendre mot par mot la vie
Comme on oublie

Je t'aime pour ta sagesse qui n'est pas la mienne
Pour la santé
Je t'aime contre tout ce
qui n'est qu'illusion
Pour ce coeur immortel q
ue je ne détiens pas
Tu crois être le doute et tu n'es que raison
Tu es le grand soleil qui me monte à la tête
Quand je suis sûr de moi.

- 1950 -
Paul Éluard

Eu te amo
Eu te amo por todas as mulheres que não conheci
Eu te amo por todos os tempos nos quais não vivi
Pelo cheiro dos grandes espaços e o cheiro do pão quente
Pela neve que derrete pelas primeiras flores
Pelos animais puros que o homem não assustou
Eu te amo por amar
Eu te amo por todas as mulheres que não amo
Quem me reflete, senão tu mesma, eu me vejo tão pouco
Sem ti eu não vejo nada além de uma extensão deserta
Entre os outros tempos e hoje
Houve todas essas mortes que tive que transpor sobre a palha
Eu não consigo furar o muro do meu espelho
Precisei aprender a vida palavra por palavra
Como alguém esquece
Eu te amo pela tua sabedoria, que não é a minha
Pela saúde
Eu te amo contra tudo aquilo que é apenas ilusão
Por este coração imortal que eu não detenho mais
Tu crê estar em dúvida mas tu só tens razão
Tu és o grande sol que me sobe pela cabeça
Quando eu tenho certeza de mim mesmo.



Muito bom para quem está apaixonado ou já encontrou o grande amor da sua vida.. É lindo de qualquer forma, independente de como o coração esteja. É bom saber que existem pessoas capaz de amar incondionalmente!

1 de janeiro de 2009

Transtorno bipolar de humor / Bipolar Disorder

Transtorno de humor mais conhecido por transtorno bipolar oumesmo bipolaridade é mais comum do que as pessoas pensam. Altos e baixos são comuns na vida de qualquer ser humano, porém no maníaco depressivo não é tão normal assim. Maníaco depressivo era o nome usado para se referir a pessoas com transtorno bipolar, porém este termo foi abandonado. O transtorno bipolar caracteriza-se principalmente por grandes alternâncias de humor "mania e depressão". O estado de mania é caracterizado principalmente pela euforia e excitação em relação a vida. O bipolar se sente invencível, feliz ao extremo se achando capaz de fazer tudo e que o mundo pode ser seu. O estado de depressão é marcado pela tristeza e desanimo em relação a vida, baixa auto-estima, desespero, sentindo vontade de poder dormir e nunca mais acordar.
Este problema não se caracteriza somente por "altos e baixos", as mudanças de humor no bipolar são mais bruscas e extremas.
O tratamento desta doença é a base de carbonato de lítio e remédios anticonvulsivantes.
Há pessoas que fizeram parte da história do mundo que sofriam do transtorno de humor, como: Mozart, Van Gogh,
Vivien Leigh, Schumman,, W. Churchill, Ulisses Guimarães, Kurt Cobain.

Também podem ver e ler mais sobre nos sites abaixo.
http://www.obipolar.com/
http://www.psicosite.com.br/tra/hum/bipolar.htm


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...