Páginas

2 de dezembro de 2013

Dia de Marvin.

Um dia de sol....Um dia de amor...Um dia de diversão.
Um dia de água. Um dia de frescor. Um dia qualquer. Um dia de sábado.






A imaginação.

"Dói-me a imaginação não sei como, mas é ela que dói,
Declina dentro de mim o sol no alto do céu.
Começa a tender a entardecer no azul e nos meus nervos.
Vamos ó cavalgada, quem mais me consegues tornar?
Eu que, veloz, voraz, comilão da energia abstrata,
Queria comer, beber, esfolar e arranhar o mundo,
Eu, que só me contentaria com calcar o universo aos pés,
Calcar, calcar, calcar até não sentir.
Eu, sinto que ficou fora do que imaginei tudo o que quis,
Que embora eu quisesse tudo, tudo me faltou."
Passagem das horas,Álvaro de Campos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...