Páginas

31 de maio de 2010

Passagem das horas

já devo ter postado isso algumas outras vezes aqui no Utopicamente, mas cada vez que eu leio 'A passagem das horas', ela me mostra algo que eu ainda não tinha visto antes.

'Seja o que for, era melhor não ter nascido,

Porque, de tão interessante que é a todos os momentos,
A vida chega a doer, a enjoar, a cortar, a roçar, a ranger,
A dar vontade de dar gritos, de dar pulos, de ficar no chão, de sair
Para fora de todas as casas, de todas as lógicas e de todas as sacadas,
E ir ser selvagem para a morte entre árvores e esquecimentos,
Entre tombos, e perigos e ausência de amanhãs,
E tudo isto devia ser qualquer outra coisa mais parecida com o que eu penso,
Com o que eu penso ou sinto, que eu nem sei qual é, ó vida.'
Fernando Pessoa

Liberdade



Ai que prazer
não cumprir um dever.
Ter um livro para ler
e não o fazer!
Ler é maçada,
estudar é nada.
O sol doira sem literatura.
O rio corre bem ou mal,
sem edição original.
E a brisa, essa, de tão naturalmente matinal
como tem tempo, não tem pressa...

Livros são papéis pintados com tinta.
Estudar é uma coisa em que está indistinta
A distinção entre nada e coisa nenhuma.

Quanto melhor é quando há bruma.
Esperar por D. Sebastião,
Quer venha ou não!

Grande é a poesia, a bondade e as danças...
Mas o melhor do mundo são as crianças,
Flores, música, o luar, e o sol que peca
Só quando, em vez de criar, seca.

E mais do que isto
É Jesus Cristo,
Que não sabia nada de finanças,
Nem consta que tivesse biblioteca...

Fernando Pessoa

29 de maio de 2010

Happy Saturday!


Bom fim de sábado a todos!
Cat Power - I don't blame you

28 de maio de 2010

27 de maio de 2010

Não sei qual o título.

Quando eu deito na cama pra dormir, fico pensando um pouco sobre a vida e em algumas coisas que seria interessante dividir com algumas pessoas que talvez se importem, se interessam ou mesmo se identifiquem com alguns sentimentos meus. Mas é impressionante como tudo se perde quando eu acordo. Parece que toda a minha inspiração e explosão de sentimentos reais são apagados enquanto eu durmo e eles só reaparecem quando a noite se cala novamente e o fluxo de energias humanas acalmam enquanto o corpo descansa. Mas me incomoda muito não lembrar o que me passava pela cabeça a menos de 20 horas atrás, mas sinto também que não era eu sozinha. Em alguns momentos não me sinto sozinha enquanto todos da casa dormem e eu rolo na cama até pegar no sono, algo me enebria e me assusta, algo que não sei o que é. Lembro-me que pensei um pouco sobre o falecimento das duas irmãs em Brasília, o que me entristeceu e me fez orar pela família e amigos. Me aterrorizou pois me fez mais uma vez ver como a vida é inconstante e misteriosa. O caminho é longo e árduo, e disso todos nós sabemos, mas mesmo assim ainda tentamos camuflar e fazer deste caminho um 'conto de fadas', levantando a cada queda, sorrindo para os sofrimentos e amando apesar de tudo.
Que desapontamento esse meu esquecimento, queria poder escrever, mas o preço de ser ser humana não deixa, me deixou esquecer.

26 de maio de 2010

Seus olhos


Os seus olhos são profundos e singelos e por eles eu vejo você. A janela da sua alma.

23 de maio de 2010

Frase do domingo.

'Não quero ter a terrível limitação de quem vive apenas do que é passível de fazer sentido. Eu não: quero uma verdade inventada.'
Clarice Lispector


Bom domingo a todos!

21 de maio de 2010

La Maison de Monet.

Um grande sonho..e um lugar maravilhoso!
A casa e o lindo jardim do pintor impressionista Claude Monet,fica a 70 Km de Paris na '84 rue Claude Monet,Giverny'.




Fondation Claude Monet.

Bom final de semana a todos!

17 de maio de 2010

Pessoas

O que são as pessoas? Não no sentido que todos nós já sabemos qual é, mas o que são as pessoas a partir do momento que elas entram na sua vida?
Passam tantas pessoas pelas nossas vidas que perdemos as contas são elas, amigos, colegas, namorados, paqueras, professores, familiares entre outros milhares de tipos. Elas nos ensinam, aprendem, te faz feliz, triste ou não faz nenhuma diferença, mas a questão é: Ela esteve ali.
Mas até onde deixar que essas pessoas realmente façam parte de nossas vidas? Algumas são para sempre outras apenas ilusões que realmente nos fazem acreditar que são alguma coisa, seja ela boa, ruim ou neutra. Mas independente do que ela faça ou seja nessa estrada que é a vida, ela passou por que teve que passar ecreio que a toa não foi. Acontece que com todas essas passagens de pessoas pelos nossos dias e horas elas deixam marcas, que pode nos tornar melhor ou pior, mas creio eu que nenhuma experiência por mais que doa seja descartada, de tudo pode-se tirar um bom proveito.
Mas até onde se entregar e confiar? Até quando se deixar levar e se deixar ser com algumas pessoas? Todos somos tão diferentes e essa tarefa de 'equilíbrio de personalidades' se tonra árduo quando não há sinceridade, respeito e lealdade entre as partes, é aí onde vários tipos de realcionamento chegam a um fim, mesmo que temporário ele chega.
São tantas perguntas e poucas respostas que eu prefiro me render a essa odisséia de conhecimentos dos seres humanos até o dia que eu compreender 2%, e conseguir manter a vida em grupo em total harmonia e equilíbrio.

Boa noite!

Kaleidoscope

'O caleidoscópio foi inventado na Rússia, em 1817, pelo físico escocês David Brewster (1781-1868), enquanto realizava experimentos sobre a polarização da luz. Cerca de doze ou dezesseis meses mais tarde ele despertava a admiração universal. Conta-se que, à época, um rico francês adquiriu um caleidoscópio por 20.000 francos. Era feito com pérolas e gemas preciosas em vez de pedaços de vidro transparente. Afirma-se que o caleidoscópio já era conhecido no século XVII, ou até mesmo muito antes, pelos antigos gregos.

O caleidoscópio de Brewster consistia em um tubo com pequenos fragmentos de vidro colorido e três espelhos que formavam um ângulo de 45 a 60 graus entre si. Os pedaços de vidro refletiam-se nos espelhos, cujos reflexos simétricos, provocados pela passagem da luz, criavam a imagem em cores. Atualmente o caleidoscópio é formado por um pequeno tubo, no fundo do qual há pedaços coloridos de vidro ou de outro material e três espelhos dispostos de tal forma que, ao se movimentar o tubo, visualizam-se diferentes figuras coloridas em imagens multiplicadas que se formam em arranjos simétricos. Estes espelhos podem ser ser dispostos em ângulos diferentes: a 45°, cada um dos três espelhos formava oito imagens duplicadas. A 60°, formava seis imagens e a 90°, formava quatro imagens.

Embora tenha sido inventado para fins de estudo científico, durante muito tempo o caleidoscópio foi considerado apenas como um divertido brinquedo. Hoje é usado para fornecer padrões de desenho geométrico. Inventou-se um dispositivo para fotografar as formas do caleidoscópio, registrando-se assim, mecanicamente, os mais diversos padrões ornamentais.' (Wikipédia)




14 de maio de 2010

13 de maio de 2010

Hoje não tem título.

Todas as noites a maioria das pessoas deitam em suas camas para poder descansar do que se fez durante o dia, mas creio eu que a maioria dessas pessoas ao deitarem as suas cabeças nos seus travesseiros pensam em suas vidas, nos seus problemas, nos seus sonhos ainda inalcançados e nos afazeres obrigatórios do dia seguinte.
Fico tentando imaginar o por que disso tudo, se ao final todos vamos parar no mesmo lugar e todos estamos no mesmo lugar. Mas ao invés de nos vermos como seres completamente necessários uns dos outros e deixarmos de lado alguns orgulhos e egísmos preferimos criar 'problemas' para impedir que nossa noite de sono seja melhor. É engraçado por que algumas pessoas realmente acham que são melhores do que outras e o pior de tudo é que a maioria delas realmente acredita que são piores, menores ou menos merecedoras de ter algo que até ontem eu achava que era direito de todos, vida!
Enfim, eu não sei o que eu posso fazer por que por mais que eu tente melhorar, para alguns eu ou o que eu faço sempre vai ser uma pedra no caminho ou algo que soará egoísta e idiota.
Boa noite a todos!

3 de maio de 2010

Happy Birthday Juju!

Hoje faz 10 anos que uma das pessoas mais importantes da minha vida nasceu. Lembro-me perfeitamente do segundo que ela nasceu, do seu primeiro choro no hospital, da sua primeira roupinha, do seu primeiro sorriso parecia mais uma boneca. Quem me vê falando assim até pensa que é minha própria filha, mesmo eu achando que às vezes até é tamanha a semelhança (in)felizmente não é. É minha irmã mais nova, minha amigona, minha companheira de danças em casa, de cantorias de Lady Gaga e até personal stylist. Agradeço a Deus todos os dias por ter mandado esse ser tão especial para a vida de tantas pessoas. É muito mais que palavras e gestos é puro amor!

1 de maio de 2010

Lumini

Apresento a todos meu mais novo 'caderno de idéias' o Lumini Design. A partir de agora será nele que postarei assuntos destinados a design de interiores, decoração, paisagismo e etc.
Visitem e mandem suas opiniões, sugestões e idéias!

Pamela R. Araújo

in(satifação)

Passamos nossas vidas em busca da satisfação plena em ambas as partes, seja ela financeira, espiritual, familiar, amorosa, profissional, social e principalmente individual. Acontece que nos confundimos e achamos que para o individual estar totalmente satisfeito e completo as outras partes tem que primeiramente se firmar, mas até ela se firmar ou mesmo neste processo algo dentro de nós corrói devagar. As preocupações sem necessidade, os medos de desapontamento, as angústias do ego, as quedas da auto-estima, o som agúdo das críticas e a cobrança de nós mesmos. Existem pessoas que realmente conseguem colocar uma pedra na frente do coração e não se deixar abalar por coisas como estas e se satisfazer plenamente de todos esses ítens citados anteriormente mas infelizmente se tornam pessoas com pobreza espiritual e que jamais saberão o que é satisfazer-se por ser o que são, pois se cobram mais do que todos que te cobram algo, se cobram para alcançar algo que nem mesmo sabe o que pode ser e essa cobrança traz mais insatisfação, insegurança e infelicidade. Parece muito fácil falar assim ou simplesmente decidir viver plenamente cada segundo como se fosse o último ou amar as pessoas como se não houvesse o amanhã, mas enquanto se vive aqui isso se torna um trabalho um pouco árduo e que exige muito. É nessa hora que deixamos nossos orgulhos de lado, que podamos o nosso ego, que aceitamos quem somos com todas as qualidades, defeitos e limitações e nos amamos como somos, nos satisfazendo com o que temos. Por incrível que pareça a satisfação plena vem da menor prioridade que temos nos dias de hoje, nós mesmos! Enquanto nos preocupamos em parecer o que não somos, ou até parecer o que somos exteriormente, perdemos a oportunidade de mostrar para nós mesmos quem somos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...