Páginas

31 de julho de 2008

"A companheira de Cristo é Maria Madalena. O Senhor amava Maria mais do que todos os discípulos e a beijava freqüentemente na boca. Os discípulos viram-no amando Maria e lhe disseram: Por que a amas mais que a todos nós? O Salvador respondeu dizendo: Como é possível que eu não vos ame tanto quanto a ela? (Filipe 63, 34-64,5)."

Este é um trecho do evangelho de Filipe, encontrado em 1945 em Nag-Hammadi, Alto Egito. Para muitos Cristãos este evangelho pode parecer uma blasfêmia, mas não é o único que mostra Jesus vivendo uma vida normal como qualquer ser humano.
Nos relatos de Filipe diz que Maria Madalena era sua esposa e que ele deixaria a tarefa de assumir a Igreja. Por que será que Jesus Crista iria dar a missão de assumir a igreja para uma mulher?
Até o início do Cristianismo o papel da mulher na sociedade era importante. A virgem Maria que aparece na Bíblia sendo importante, porém sem liderança, nos Apócrifos ela é uma mulher que discutia as idéias de igual para igual com os apóstolos e tinha liderança entre eles, Tecla da mesma forma, era a companheira de Paulo na evangelização. Ela batizava as pessoas. Mas logo no início do Cristianismo a voz das mulheres foram silenciadas, Tertuliano lutou contra o movimento de mulheres cristãs, no ano 200 E. Ce disse o seguinte: "... Que elas se calem e que questionem, em casa, os seus maridos".
Parece difícil mudar a imagem de Maria Madalena da nossa cabeça, pois crescemos "aprendendo" que ela era a prostituta que fora apedrejada. Como muitas outras coisas que foram mudadas na Bíblia de Constantino, essa é uma delas, e creio que a principal. Jesus era Judeu e na época os judeus eram obrigados a casar e possuir uma família, era proibido fazer castidade, já podemos tirar por base de que essa teoria pode ser verdade.
Existiam mais de 80 evangelhos relatando a vida de Cristo, mas apenas 4 foram escolhidos por Constantino para fazer parte da Bíblia, Matheus, Marcos, Lucas e João, pois somente esses relatavam a vida de Jesus como um ser divino.
Acredita-se que Maria Madalena carregava em seu ventre o Sangue Real de Jesus Cristo.
Daí se vem o famoso Santo Graal, que muitos pensam ser o Cálice, mas não é um Cálice por assim dizer. O Santo Graal vem da palavra Sangreal, que significa Sangue Real. Maria Madalena assim como Jesus Crista vinha de família Real de "sangue azul", tendo eles um filho (a) esta seria o sangue real, pois levaria a frente à geração de Jesus Cristo. Diz a lenda que Maria Madalena fugiu com o tio de Jesus, José de Arimatéia para a região de Gália hoje mais conhecida como França. Lá os judeus acolheram Maria Madalena e José de Arimatéia e foi ontem Maria deu a luz a Sara, suposta filha de Jesus Cristo.
Existem muitos mistérios ao redor dessa história, me baseei no livro de Dan Brown "O código Da Vinci", onde ele mostra outro lado da história que pode ter acontecido. Alguns fatos podem ser comprovados com a existência dos Evangelhos de Filipe e da própria Maria Madalena.

"Três mulheres caminham sempre com o Senhor: Maria, sua mãe, a irmã dela e a Madalena, a qual é chamada de sua companheira. Maria, na realidade, é irmã, mãe e cônjuge dele."
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...