Páginas

31 de julho de 2009

...

"...Trago dentro do meu coração,
Como num cofre que se não pode fechar de cheio,
Todos os lugares onde estive,
Todos os portos a que cheguei,
Todas as paisagens que vi através de janelas ou vigias,
Ou de tombadilhos, sonhando,
E tudo isso, que é tanto, é pouco para o que eu quero... "


Trecho de A passagem das horas, Fernando Pessoa

29 de julho de 2009

Há lugares, pessoas, músicas, cheiros que marcam certas sensações e nos remotam a sentir novamente algo que já se passou. Nos trazem inspiração e vontade de fazer coisas quase incomuns, são por elas que nós somos o que somos hoje, e são por futuras delas que seremos o que seremos amanhã!
E vivam as lembranças de ontem de hoje e de amanhã!


26 de julho de 2009

NO words!



"É tão difícil falar e dizer coisas que não podem ser ditas. É tão silencioso. Como traduzir o silêncio do encontro real entre nós dois? Dificílimo contar. Olhei pra você fixamente por instantes. Tais momentos são meu segredo. Houve o que se chama de comunhão poerfeita. Eu chamo isto de estado agudo de felicidade."
(Clarice Lispector)


24 de julho de 2009

...

BILHETE


Se tu me amas, ama-me baixinho
Não o grites de cima dos telhados
Deixa em paz os passarinhos
Deixa em paz a mim!
Se me queres,
enfim,
tem de ser bem devagarinho, Amada,
que a vida é breve, e o amor mais breve ainda...

Mário Quintana

23 de julho de 2009

Here we go!




Sometimes..We need to go to magic places to become ourselves!
Let's go...and Do it right now!

:)


21 de julho de 2009

Dia por Dia

Meu Deus, me dê a coragem
de viver trezentos e sessenta e cinco dias e noites,
todos vazios de Tua presença.
Me dê a coragem de considerar esse vazio
como uma plenitude.
Faça com que eu seja a Tua amante humilde,
entrelaçada a Ti em êxtase.
Faça com que eu possa falar
com este vazio tremendo
e receber como resposta
o amor materno que nutre e embala.
Faça com que eu tenha a coragem de Te amar,
sem odiar as Tuas ofensas à minha alma e ao meu corpo.
Faça com que a solidão não me destrua.
Faça com que minha solidão me sirva de companhia.
Faça com que eu tenha a coragem de me enfrentar.
Faça com que eu saiba ficar com o nada
e mesmo assim me sentir
como se estivesse plena de tudo.
Receba em teus braços
o meu pecado de pensar.

Clarice Lispector


20 de julho de 2009

Happy Friends Day

Apesar de hoje o termo "amigo" estar banalizado demasiadamente, é por causa dele que ainda vivemos. Uma vida sem amigos é uma vida sem cor.
A amizade faz parte da vida, do ser humano. A alma precisa de amigos. Não digo amigos de forma banal e comum. Digo amigos que fazem parte de si, que se tornam fragmentos, mesmo que minúsculos de você mesmo.
É essencial para viver e ser feliz, ser triste, amargo, lindo e feio. Amizade é um todo que se completa com as diferenças, e são por todas as diferenças que surge o ponto principal de uma amizade, a admiração e o respeito.
É um aprendizado! E posso até ousar dizer que o principal deles durante a vida. Pessoas passam e vão embora, amigos não passam, eles simplesmente permanecem. Mesmo distantes materialmente, a amizade verdadeira, é ligada pela alma. Pois o que faz parte de si, não se distancia simplesmente por km e tempos.
Seu amigo é um espelho de você, com outra cabeça, história e destino. Mas é você, por hora ou outra, é uma parte de si, que sente, preocupa e ama. E é esse amor, que faz de um amigo virar um irmão, ou até mais que isso, que como já dito antes, parte de si.
E hoje deixo meu recado, para aqueles que são meus amigos, que são meus amigos de verdade, que eu os amo de uma forma pura e sincera, e o meu amor e respeito ultrapassa qualquer defeito e qualidade.
Citar nomes é desnecessário. Existem coisas que não precisam ser ditas em palavras, basta prestar atenção em atitudes, olhares, gestos e no silêncio.
Simplesmente...Amo sem ver e pensar, amo ousando e me doando..Amo amigos da minha vida que são parte de mim!






For us!

Pamela Araújo

19 de julho de 2009

A inspiração me vem
Mas vem nos momentos de melancolia
Nas horas que quero fugir, sumir, simplesmente desmanescer
É a melancolia viciante, que machuca mas que dá prazer
Que dói mas que padece!
Não sei se quero continuar ou parar
E agora o que eu faço?
Continuo a escrever
Escrever gritando o que quero gritar
e o silêncio das palavras
inunda meu quarto de som
E alivia o peito, despesa a alma
e deixa respirar melhor
É a explosão e a lentidão
É a dor que dói latejante
É a respiração que para
É o olhar perdido
É o pensamento perdido
É a alma que pede
É a boca que seca
É o corpo que para
É o que eu sou
Mas é o que eu queria tentar deixar de ser
(...)

16 de julho de 2009

Tempos tempos e tempos...


"Eu vejo a vida melhor no futuro
Eu vejo isto por cima do muro de hipocrisia
Que insiste em nos rodear
Eu vejo a vida mais clara e farta
Repleta de toda satisfação
Que se tem direito
Do firmamento ao chão
Eu quero crer no amor numa boa
Que isto valha pra qualquer pessoa
Que realizar
A força que tem uma paixão
Eu vejo um novo começo de era
De gente fina, elegante e sincera
Com habilidade
Pra dizer mais sim do que não, não não
Hoje o tempo voa, amor
Escorre pelas mãos
Mesmo sem se sentir
Que não há tempo que volte, amor
Vamos viver tudo o que há pra viver
Vamos nos permitir"


Tempos Modernos, Lulu Santos

Pessoa!

"Trago dentro do meu coração,
Como num cofre que se não pode fechar de cheio,
Todos os lugares onde estive,
Todos os portos a que cheguei,
Todas as paisagens que vi através de janelas ou vigias,
Ou de tombadilhos, sonhando,
E tudo isso, que é tanto, é pouco para o que eu quero.

(...)

Viajei por mais terras do que aquelas em que toquei...
Vi mais paisagens do que aquelas em que pus os olhos...
Experimentei mais sensações do que todas as sensações que senti,
Porque, por mais que sentisse, sempre me faltou que sentir
E a vida sempre me doeu, sempre foi pouco, e eu infeliz. "

Trecho que "A passagem das horas", Fernando Pessoa.

15 de julho de 2009

Verdade verdadeira!

"Estou a um quase passo de admitir que a vida que levo é um pretexto para ofuscar a vida que não gostaria de ter. Vida como desculpa por existir. E o incrível é que eu não dou o passo. Fico tão imóvel que estar parada é o meu maior movimento. O mais violento. E não consigo sair exatamente daquele lugar onde todas as sensações ocorrem, justamente por estar tão grudada em mim é onde mais dói: na pele. " CL

Mais uma vez! Mais uma vez ela. Sim! Clarice! Por que ela é a mulher que consegue, colocar em palavras os sentimentos de quase todas as mulheres. Por que para mim é ela a principal representante de todas as mulheres de verdade do mundo. Pois existem mulheres, que não são mulheres. Mulheres são mulheres de corpo, de alma e coração, mas só quando assumem que ser e estão dispostas a viver como tal.
Mulher sofre, ama, odeia, chora, ri, grita, enlouquece, vive, fala, dança, se esconde, escreve, cria, ouve, anseia pelo que deseja, se entrega, assume, se permite, são o que são, por que não são qualquer outra coisa, simplesmente são por que são mulheres. Essas são as verdadeiras mulheres. Não são feministas, são femininas e defendem a essência de assim ser.
Mulheres são como Clarice, Amélie, Frida, Tarsila, Chanel, Cecília, Hilda, Lou, Joana d'Arc, Maria Bethania, Carrie, Morgana das fadas, Adriana, Roxane entre tantas outras milhões que não estão na lista, que vivem no anonimato, mas são mulheres que vivem como mulheres. E é por ela e por todas as outras que eu escrevo, e são nelas que me espelho para ser uma mulher que alguma vez no caminho, faça diferença na vida de alguém, de qualquer que seja, já valerá a pena a caminhada.
E assim foi ela, Clarice Lispector uma ucraniana que viveu no Brasil, mas principalmente que se permitiu viver. Viver como uma mulher de verdade! Correndo riscos e ousando ser o que ela foi. E só conseguem entendê-la, quem é como ela. Mulher!

Pamela Araújo

13 de julho de 2009

Os sentidos aguçam,
e você sente tudo ao teu redor
principalmente de o que vem de você mesmo
então tudo de ruim que eu tenho...eu sinto...muito, muito mais do que as coisas boas
por que nessas horas as coisas boas não são relevantes.
As ruins pesam!
E é por isso q nos sentimos tão mal.
E então pensamos,
pra que viver?
Qual diferença faz?
é uma guerra mental
de você contra você.
O coração pulsa
e a alma grita
pede pra parar
mas quanto mais a gente grita
mais dói, mas arde!
Então o corpo vai definhando
e vamos enfraquecendo
caindo
e a vontade é de cair de uma vez
e perder a consciência
pra não sentir de novo
o que se sente todo dia
e acabar com esse sofrimento interno
que sem querer você mesmo causa.
E no final, você sente saudades.
Saudades de algo, que nem mesmo chegou a acontecer
E que você passou a vida sonhando chegar!





"Os homens graves e melancólicos ficam mais leves graças ao que torna os outros pesados, o ódio e o amor, e assim surgem de vez em quando à sua superfície."
Friedrich Nietzsche

All WE need is LOVE!

O amor foge a razão, a todo o entendimento. Não há o que entender, o que saber. É simples mas é complicado, é quente mas é frio, é feio mas é bonito, dói mas cura. É a junção e a união de tudo que há, do preto e do branco, de todos os opostos. O equilíbrio que forma o sentimento universal, a chave para cada mundo, para cada universo, para cada olhar e suspiro.
Palavras são em vão, pois é inexistente a expressão para tal, pois o que é maior que todos os universos e o motivo para tudo existir simplesmente não existe.
Cale-se! Não tente e nem se atreva a explicar.
Pare, respira, sinta! Isso já é o suficiente!

Pamela

She is back! AGAIN


"Viver em sociedade é um desafio,
porque, às vezes, ficamos presos a determinadas normas que
nos obrigam a seguir regras limitadoras do nosso ser ou do nosso não-ser...
Quero dizer com isso que nós temos, no mínimo, duas personalidades:
a objetiva, que todos ao nosso redor conhece;
e a subjetiva...
Em alguns momentos, esta se mostra tão misteriosa que
nos perguntarmos - Quem somos?
Não saberemos dizer ao certo!!!
Agora de uma coisa eu tenho certeza:
sempre devemos ser autênticos,
as pessoas precisam nos aceitar pelo que somos e não pelo que parecemos ser...
Aqui reside o eterno conflito da aparência x essência.
E você... O que pensa disso? "

(Clarice Lispector - trecho do livro Perto do Coração Selvagem)

9 de julho de 2009

Pour Tu..mon petit oiseau jaune!

JE T'AIME

"Je t’aime pour toutes les femmes que je n’ai pas connues
Je t’aime pour tous les temps où je n’ai pas vécu
Pour l’odeur du grand large et l’odeur du pain chaud
Pour la neige qui fond pour les premières fleurs
Pour les animaux purs que l’homme n’effraie pas
Je t’aime pour aimer
Je t’aime pour toutes les femmes que je n’aime pas

Qui me reflète sinon toi-même je me vois si peu
Sans toi je ne vois rien qu’une étendue déserte
Entre autrefois et aujourd’hui
Il y a toutes ces morts que j’ai franchies sur la paille
Je n’ai pas pu percer le mur de mon miroir
Il m’a fallu apprendre mot par mot la vie
Comme on oublie

Je t’aime pour ta sagesse qui n’est pas la mienne
Pour la santé
Je t’aime contre tout ce qui n’est qu’illusion
Pour ce coeur immortel que je ne détiens pas
Tu crois être le doute et tu n’es que raison
Tu es le grand soleil qui me monte à la tête
Quand je suis sûr de moi."



Eu te amo

"Eu te amo por todas as mulher que não conheci
Eu te amo por todos os tempos nos quais não vivi
Pelo cheiro dos grandes espaços e o cheiro do pão quente
Pela neve que derrete pelas primeiras flores
Pelos animais puros que o homem não assustou
Eu te amo por amar
Eu te amo por todas as mulheres que não amo


Quem me reflete, senão tu mesma, eu me vejo tão pouco
Sem ti eu não vejo nada além de uma extensão deserta
Entre os outros tempos e hoje
Houve todas essas mortes que tive que transpor sobre a palha
Eu não consigo furar o muro do meu espelho
Precisei aprender a vida palavra por palavra
Como alguém esquece

Eu te amo pela tua sabedoria, que não é a minha
Pela saúde
Eu te amo contra tudo aquilo que é apenas ilusão
Por este coração imortal que eu não detenho mais
Tu crê estar em dúvida mas tu só tens razão
Tu és o grande sol que me sobe pela cabeça
Quando eu tenho certeza de mim mesmo."

8 de julho de 2009

full moon

Para comemorar a lua cheia, que chega mais uma vez para iluminar a escuridão da noite e iluminar nossos corações, que ficam perdidos ou achados dentro do breu noturno!

Like a Mirror!

"Quem luta com monstros deve velar por que, ao fazê-lo, não se transforme também em monstro. E se tu olhares, durante muito tempo, para um abismo, o abismo também olha para dentro de ti."

Friedrich Nietzsche

Precisa dizer mais alguma coisa?!

5 de julho de 2009

Uma caixa...de quase surpresas.

Quem não tem aquela caixinha cheia de recordações, onde estão guardados sentimentos de toda uma época de sua vida? Onde estão guardadas palavras, frases, histórias, vidas, emoções.
Acho que todos, ou pelo menos quase todos tem uma caixa de recordações, para se guardar o que se conquista de importante na vida entre amigos e amores.
Hoje eu me reencontrei com minha caixa de lembranças que há tempos não lembrava que existia.
Como é estranho e surreal me deparar com um passado, que por mais estranho que seja, era meu.
E pensar que tudo passou tão rápido e despercebido, as memórias ficaram gravadas ali, em folhas, e que estão conservadas do mesmo jeito com que as deixei, com a única diferença da ação do tempo.
Quem lê isso, pensa até que é alguém com um longo passado. Apesar de meu passado ter somente 21 anos, eu o conto como milhares de décadas. Pois cada segundo que aconteceu, foi tão intenso que não existe forma para contar. Nem os segundos, nem minutos contam o quanto foi longo e prazeroso os momentos do passado.
Ler e reviver algo que um dia eu fui e vivi, é ao mesmo tempo estranho e gostoso. Por que apesar das diferenças do que sou hoje, eu vivo quase da mesma forma, e vejo que dentre todas as mudanças, quase nada mudou e tudo continua seguindo o mesmo caminho, somente com olhares e intenções diferentes.
Momentos nostálgicos fazem parte de um presente que certamente será um passado, cheio de lembranças e saudades.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...