Páginas

25 de fevereiro de 2010

Pin ups

As 'Pin Ups' são amadas e seguidas por mulheres do mundo todo. Elas aparecem em roupas, tatuagens, estilo, objetos de decoração e uso pessoal sempre esbanjando muita sensualidade com um toque de inocência.
As 'pin ups' são pinturas de mulheres fazendo coisas de atividades 'cotidiana', porém, elas usam roupas mais sensuais e exibem poses estratégicas.
Em 1940 o artista Alberto Vargas publicou um calendário na revista 'Esquire', na qual uma pin up representava cada mês, assim elas ficaram conhecidas como 'Vargas Girls', foi sucesso imediato, colocando no mercado cada vez mais as caras das 'pin ups'. Assim elas viraram símbolo patriótico da 2° guerra mundial, e estímulo aos soldados.
Um dos nomes mais famosos artistas de 'Pin Ups' do século XX, além de Alberto Vargas, foi o de Gil Elvgren, sua arte era voltada mais para campanhas publicitárias comerciais do que calendários em si. Fez campanhas para grandes empresas como Coca-Cola, General Eletric ,Sealy Mattress Company, fez também desenhos para a revista americana Cosmopolitan.









24 de fevereiro de 2010

Ironia?

Parece até ironia do destino, mas como todos já devem ter visto, hoje uma mulher de 40 anos faleceu em frente ao público no SeaWorld, Disney após uma baleia Orca ter a chaqualhado até a morte. Claro que a reação de todos é contra o animal em si, porém, ninguém se lembra que parks como o SeaWorld é um circo aquático. Animais são selvagens mesmo nascendo em cativeiros e sendo 'ensinados' a fazer piruetas e agradar ao público. Uma prova infelizmente muito triste disso aconteceu hoje.

'Animals are not Clowns'

Estava hoje passeando por sites alheios na net e encontrei algumas imagens de uma campanha contra os animais em circo. Maus tratos, má alimentação, violência e desrespeito. Imagine quantos animais selvagens como leões, elefantes, macacos, tigres, girafas, focas, golfinhos e baleias vivem presos em jaulas menores que o seu tamanho natural 5 vezes e distante do seu habitat por no mínimo 5.000 km.
É deprimente ver o que o homem é capaz de fazer com outros seres vivos para um ganho individual. Abaixo vejam algumas fotos da campanha feita pelas organizações LPDA e ACÇÃO ANIMAL.
Desculpas contra o vegetarianismo para manter a alimentação carnívora existem milhares, digamos que 'esfarrapadas' mas existem, porém, defender o 'uso' de animais ,sejam eles qual for em circo é absurdo e anti-ético.
Pense Bem!





23 de fevereiro de 2010

Pronto, isso explica tudo.


"Eu escrevo sem esperança de que o que eu escrevo altere qualquer coisa. Não altera em nada... Porque no fundo a gente não está querendo alterar as coisas. A gente está querendo desabrochar de um modo ou de outro..."


Clarice Lispector

A vida...

Estava hoje me recordando de um post que fiz em um fotolog que tinha há pelo menos uns 4 anos atrás, nele eu falava sobre o medo. Não o medo das pessoas, de fantasmas ou terremotos, falava sobre o medo do desconhecido, do que não estava ao meu alcance, do mistério. Lembro-me bem o motivo pela qual escrevi sobre isso, porém, não é relevante que eu o diga aqui mas posso dizer que mesmo com esse medo do que nunca vi fui, e valeu a pena.
Quando a rotina atual vai se quebrando e vai surgindo uma nova, nós nos assustamos, mesmo procurando e desejando tanto esta, aí inconscientemente bate um medo 'normal'. As novas responsabilidades, os novos deveres, novos horários, novas pessoas, novas tarefas, novos dias, novo ano, nova idade, isso pesa em cheio para este 'medinho' se atenuar.
Mais uma vez vou ter de agir e fingir que nenhum medo existe e encarar todos os meus dias novos como se já fizessem parte de uma rotina e continuar correndo atrás dos meus sonhos e objetivos.
A vida é tão rara, e isso me faz perceber que até os medos e frios na barriga que sinto se valem a pena por cada conquista.
Boa noite a todos, e façam valer a raridade que é sua vida!

22 de fevereiro de 2010

Por não estarem distraídos


'Havia a levíssima embriaguez de andarem juntos, a alegria como quando se sente a garganta um pouco seca e se vê que, por admiração, se estava de boca entreaberta: eles respiravam de antemão o ar que estava à frente, e ter esta sede era a própria água deles. Andavam por ruas e ruas falando e rindo, falavam e riam para dar matéria peso à levíssima embriaguez que era a alegria da sede deles. Por causa de carros e pessoas, às vezes eles se tocavam, e ao toque - a sede é a graça, mas as águas são uma beleza de escuras - e ao toque brilhava o brilho da água deles, a boca ficando um pouco mais seca de admiração. Como eles admiravam estarem juntos! Até que tudo se transformou em não. Tudo se transformou em não quando eles quiseram essa mesma alegria deles. Então a grande dança dos erros. O cerimonial das palavras desacertadas. Ele procurava e não via, ela não via que ele não vira, ela que, estava ali, no entanto. No entanto ele que estava ali. Tudo errou, e havia a grande poeira das ruas, e quanto mais erravam, mais com aspereza queriam, sem um sorriso. Tudo só porque tinham prestado atenção, só porque não estavam bastante distraídos. Só porque, de súbito exigentes e duros, quiseram ter o que já tinham. Tudo porque quiseram dar um nome; porque quiseram ser, eles que eram. Foram então aprender que, não se estando distraído, o telefone não toca, e é preciso sair de casa para que a carta chegue, e quando o telefone finalmente toca, o deserto da espera já cortou os fios. Tudo, tudo por não estarem mais distraídos.'
Clarice Lispector

21 de fevereiro de 2010

More again

E mais uma semana começa..Não sei se eu realmente gostaria que essa semana começace tão cedo ou se ela começace e passasse mais rapidamente. Vai ser uma semana de MUITOS acontecimentos isto é fato. Para adiantar, um ano vai aumentar e vou completar mais um verão vivido, vai ser uma semana decisiva e tensa profissionalmente. E ansiosa como eu 'não' sou imagina...já comi todas as unhas que já não tinha e perdi todas as respirações que eu tinha. Espero mais ansiosamente que tudo dê CERTO, e peço a ajuda de todos os deuses e que o universo conspirem ao meu favor. Amém!

19 de fevereiro de 2010

O vento na ilha

'Vento é um cavalo:
ouve como ele corre
pelo mar, pelo céu.
Quer me levar: escuta
como ele corre o mundo
para levar-me longe.

Esconde-me em teus braços
por esta noite erma,
enquanto a chuva rompe
contra o mar e a terra
sua boca inumerável.

Escuta como o vento
me chama galopando
para levar-me longe.
Como tua fronte na minha,
tua boca em minha boca,
atados nossos corpos

ao amor que nos queima,
deixa que o vento passe
sem que possa levar-me.
Deixa que o vento corra
coroado de espuma,

que me chame e me busque
galopando na sombra,
enquanto eu, protegido
sob teus grandes olhos,
por esta noite só
descansarei, meu amor.'

Pablo Neruda

Snowflake's tree.

Demorei muito para postar este aqui, mas agora vai. A árvore de flocos de neve que presenteei alguém muuuito 'special' de natal. O adesivo é em vinil '3M' branco e foi recortado por uma máquina especial e foi colada em uma parede alaranjada. O resultado saiu demais. Pensando bem, é muito utopia querer uma árvore assim né?! Abaixo vocês podem ver uma foto de uma planta da família das cenouras "Daucus Corota" cujo as flores lembram grandes flocos de neve, porém a semelhança não passa de ângulo desta tal fotografia.
Ainda bem que existe a arte para a tal liberdade se materializar, nem que continue só na imaginação.



Bom dia sexta!

Minha noite foi pertubarda e longa, não passo muito bem desde ontem, sendo assim tive muitos sonhos estranhos e agonizantes. Deixo para vocês um pensando de Bach, para animar os ânimos e lembrar que existem algumas almas gêmeas nossa pelo mundo.

Tenham todos um BOM DIA e uma ótima sexta feira!

'Uma alma gêmea é alguém cujas fechaduras coincidem com nossas chaves e cujas chaves coincidem com nossas fechaduras. Quando nos sentimos seguros a ponto de abrir as fechaduras, surge o nosso eu mais verdadeiro e podemos ser completa e honradamente quem somos. Cada um descobre a melhor parte do outro.'

Richard Bach

15 de fevereiro de 2010

Poesia da Morte

''Morte, não te orgulhes, embora alguns te provem
Poderosa, temível, pois não és assim.
Pobre morte: não poderás matar-me a mim,
E os que presumes que derrubaste, não morrem.
Se tuas imagens, sono e repouso, nos podem
Dar prazer, quem sabe mais nos darás? Enfim,
Descansar corpos, liberar almas, é ruim?
Por isso, cedo os melhores homens te escolhem.
És escrava do fado, de reis, do suicida;
Com guerras, veneno, doença hás de conviver;
Ópios e mágicas também têm teu poder
De fazer dormir. E te inflas envaidecida?
Após curto sono, acorda eterno o que jaz,
E a morte já não é; morte, tu morrerás.''

John Donne

Solidão necessária

''Uma única coisa é necessária: a solidão. A grande solidão interior. Ir dentro de si e não encontrar ninguém durante horas, é a isso que é preciso chegar. Estar só, como a criança está só.''

Rainer Rilke

Estou postando não sei bem por que, talvez seja pela simples vontade de escrever ou o fato de não ter muito o que fazer. Mas também não sei o que escrever, minha cabeça anda cheia, mil pensamentos, futuros a serem resolvidos, decisões a serem tomadas. As coisas vagarosamente vão se alinhando e acontecendo. Estagnar é um erro, saber que está próximo de uma estagnação e não agir é um erro maior. Preciso me mover, correr no mundo e colocar a cara no vento para sentir as brisas que se cruzam.
A ajuda dos céus são sempre bem vindas, mas a auto ajuda é essencial. Me ensino todos os dias a ser algo melhor, mais útil a mim e ao mundo, mais respeitadora das idéias e da natureza, me ensino a correr atrás dos meus sonhos e não desistir mesmo que tudo ocorra para tal.
Me lembro de detalhes que podem fazer alguma diferença mas não é o principio para o sucesso e respeito, a aparência física é um importante cartão de visita, porém, não influência no que chamam de intelecto e a competência.
Todos os dias me ensino e me lembro do que já aprendi. Não me puno, me educo.
Me ensino a defender minhas opiniões mesmo sendo elas polêmicas. Me ensinei a aprender com o 'tapa' dos outros e principalmente aprendi a nunca sentir vergonha de mim pelo que fui, fiz, sou ou faço. Aprendi que quem mais sente pena são os mais dignos de dó ou vergonha, aquele que perde seu tempo para sentir vergonha ou pena da vida ou atitudes alheias, não mais enxergam a sua própria volta, perdendo a noção e bom senso da própria vida.
Aprendi a ser digna de todas minhas conquistas, mesmo elas parecendo serem minúsculas. Aprendo a dar valor não nas coisas que merecem, mas nas pessoas que se valem por querer ou não, meu respeito, admiração, carinho e amor.
Começei escrevendo sem inspiração, e entre as palavras me recordei de tudo que aprendo durante meu cotidiano, profissional, acadêmico, familiar e de amizade. Aprendizados às vezes doem, mas doem menos quando estamos ciente e os apoiando.

Boa noite a todos, e uma ótima terça-feira de carnaval!

13 de fevereiro de 2010

Lista de presentes.

Como meu aniversário já está chegando, e há muito tempo não recebo muitas 'lembrancinhas' aí a lista de presentes que quero este ano hehehe. O aniver cai na quinta-feira do dia 25 de fevereiro e aguardo os presentes até o final do mês hahaha. Esta é uma brincadeira a parte, mas va aí dicas de presentes pra qualquer pessoa (do sexo feminino).

Estojo de Maquiagem 144 cores

Livros Marian Keyes Paris 9 dias e 6 noites


Por enquanto é só, em breve posto mais dicas ;)

12 de fevereiro de 2010

Pra você...

Sempre a Razão vencida foi de Amor;
Mas, porque assim o pedia o coração,
Quis Amor ser vencido da Razão.
Ora que caso pode haver maior!

Novo modo de morte e nova dor!
Estranheza de grande admiração,
Que perde suas forças a afeição,
Por que não perca a pena o seu rigor.

Pois nunca houve fraqueza no querer,
Mas antes muito mais se esforça assim
Um contrário com outro por vencer.

Mas a Razão, que a luta vence, enfim,
Não creio que é Razão; mas há-de ser
Inclinação que eu tenho contra mim.

Luís de Camões


Pode soar banal e comum, mas é muito amor que sinto por esta pessoa.

Je aime...

Transforma-se o amador na cousa amada,
Por virtude do muito imaginar;
Não tenho logo mais que desejar,
Pois em mim tenho a parte desejada.

Se nela está minha alma transformada,
Que mais deseja o corpo de alcançar?
Em si sómente pode descansar,
Pois consigo tal alma está liada.

Mas esta linda e pura semideia,
Que, como o acidente em seu sujeito,
Assim co'a alma minha se conforma,

Está no pensamento como ideia;
[E] o vivo e puro amor de que sou feito,
Como matéria simples busca a forma.


Luís de Camões

11 de fevereiro de 2010

...

Preciso de um sonho para continuar a ser viva e intensa. Quero perder o medo do dia e amar menos a noite, olhar o sol de frente e segui-lo e sentir mais seu calor.
Meu sonho foi roubado, não por outro sonho, mas por uma ambição externa. Ambição egoísta que corroi quem cativa e definha quem mantém.
Preciso dos meus pés nos ares do universo infinito, para continuar sendo uma humana não humana.
Ouça, compartilhar seu sonho com humanos alheios é perigoso. O ser humano é um perigo para a humanidade. Há quem diga que são racionais. Estão somente condicionados como as formigas que roubam açúcar e folhas os seres humanóides roubam sonhos para alimentar o próprio ego.
Faz parte também deste tal de ser humano sentir revolta e desgosto pelos mesmo de sua espécie devido ao seu desprezo e sua falta de compaixão, mas existe um outro lado de companheirismo, lealdade, humildade e amor. Caracterizar esta espécie não é muito difícil, é só ver com atenção.


Aniversário: 25/02/1988

O período conhecido popularmente como "Inferno Astral" é o mês que antecede o aniversário de alguém. Nesta época, muitas pessoas acreditam viver momentos de angústia, depressão ou até mesmo azar, atribuindo as turbulências a alguma configuração astrológica misteriosa.
Existem algumas explicações para entender estes trinta dias temidos antes da inauguração de uma nova idade. O aniversário nada mais é do que o marco de um novo ciclo solar na vida de uma pessoa, ou seja, o Sol passa pelo mesmo ponto do Zodíaco que estava quando ela nasceu, sinalizando uma nova etapa para a sua consciência. Os dias que antecedem esta renovação são exatamente os últimos do ciclo anterior que a consciência vinha atravessando.

Com certeza estou no meu inferno astral :(

8 de fevereiro de 2010

O caos do mercado de trabalho

Uma causa da maioria dos problemas emocionais e psicológicos hoje em dia é a infelicidade profissional. Muito dos empregados hoje abrem mão do seu bem-estar emocional, familiar e social para poder usufruir de uma renda mensal mais "gorda''. Porém como já ouvi dizer, o prejuízo emocional e físico são maiores que as vantagens financeiras do mercado de trabalho.
Boa parte dos profissionais exercem atividades diferentes das que foram especializadas, isso faz com que a infelicidade e os problemas como stress, depressão, baixa auto-estima aumentem gradativamente, lembrando que as oportunidades de crescerem no mercado de trabalho nestes casos são mais difíceis.
Ter um curso superior hoje em dia é quase o requisito mínimo que um candidato precisa ter. Os salários não condizem com o serviço executado e principalmente com a inteligência de certos profissionais.
Mas então o que fazer?
Nem sempre o sinônimo de trabalhar muito é ter uma boa recompensa final, hoje trabalhamos muito e sinceramente ganhamos pouco. As empresas privadas do Brasil pouco valorizam os seus empregados muitas vezes recompensando pessoas com nível superior com um ou dois salários mínimo, uma vergonha para um país deste porte. Talvez seja por isso que a nação empaca e para de crescer.
Creio que uma das soluções seja estudar mais e engordar o currículo (ou não), pois o mercado hoje está como um ninho de cobras, falando severamente. As pessoas não se respeitam, as empresas não valorizam, assim os profissionais procuram cada vez mais por cargos em serviços públicos, no qual tem uma estabilidade maior e mais chances de se manter e crescer no mercado de trabalho brasileiro.

3 de fevereiro de 2010

De volta pra casa.

Infelizmente as férias acabaram. Foram 18 dias de muito turismo, praias, museus, centros históricos, por do sol, lua cheia etc... Foram dias de insana beleza natural, lugares paradisíacos, sorrisos enormes e principalmente dias de companheirismo, carinho, atenção e cumplicidade. Mas férias são férias, e uma dia elas acabam e os lugares ficam para trás, o turismo dorme, e a vida de trabalho, estudos voltam por que tem que voltar, por que fazem parte de toda essa rotina que é a vida invetada.
Enfim, voltei revitalizada, almada, apaixonada e muito feliz, este foi o marco inicial do novo ano.




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...